Capa / Contribuição Sindical

Contribuição Sindical

Estando de acordo com o pagamento da contribuição sindical – Lei 13.467/2017 – artigo 579, solicitamos que faça a emissão da guia conforme sua base sindical.

 

Informações

Com o objetivo de manter o SIAMFESP e garantir a representatividade e interesses coletivos desta categoria, deixamos a disposição o link para a emissão da Guia da Contribuição Sindical Patronal SIAMFESP. As Empresas estando de acordo com a contribuição sindical deixamos a disposição o link para emissão da Guia da Contribuição Sindical, e declaramos a importância desta contribuição para manutenção do SIAMFESP.

O que é a Contribuição Sindical?

A Contribuição Sindical Patronal foi criada pela União, ou seja, pelo Governo Federal, conforme Artigo 149 da Constituição Federal de 1988, e está prevista nos artigos 578 a 591 da CLT.

Essa Contribuição Sindical tem por finalidade custear as atividades sindicais e compor o saldo da conta especial do Ministério do Trabalho e Emprego, que custeia as atividades do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), em suma, a contribuição sindical tem uma função social.

Devem contribuir voluntariamente às empresas com categoria econômica representada pelo SIAMFESP, e cujas atividades estão descritas na Classificação Nacional das Atividades Econômicas (CNAE).

O Ministério do Trabalho e Emprego é quem define os valores aplicados através de nota técnica, tendo como indexador a UFIR – Unidade Fiscal de Referência. A tabela de valores a recolher é reajustada anualmente pelo MTE e repassada às Confederações, Federações e Sindicatos para divulgação.

O recolhimento da Contribuição Sindical Patronal é feito voluntariamente e exclusivamente pela Guia de Recolhimento de Contribuição Sindical Urbana (GRCSU), emitida pelo site do SIAMFESP, em parcela única.


Orientações, Arrecadações e Cobrança – (11) 2291-5455 – [email protected]

Emissão da Guia On-line

Guia de Recolhimento da Contribuição Sindical (GRCS), já devidamente calculada (sempre observe o ano de vigência a ser pago).

Como é de conhecimento, tal contribuição com base nas disposições do artigo 587 da Consolidação das Leis do Trabalho – CLT e de acordo com a legislação em vigor, o recolhimento deve ser feito presencialmente nas agências da Caixa Econômica Federal e casas lotéricas, ou na rede bancária conveniada (consulte sua agência).

Contribuição Sindical 2018 terá prazo de vencimento em 31/01/2018 (Último dia útil de janeiro)
Aguardamos o envio da tabela 2018 pela Confederação Nacional da Indústria.

Cálculo da Contribuição Sindical Patronal – Vigência 1º de Janeiro de 2018

Tabela progressiva para cálculo da Contribuição Sindical, vigente a partir de janeiro de 2018, aplicável aos empregadores industriais:

Valor base R$209,21 (Duzentos e nove reais e vinte e um centavos)

LINHA
CLASSE DE CAPITAL SOCIAL (R$)
ALÍQUOTA (%)
VALOR A ADICIONAR (R$)
1 De
0,01
a 15.690,82 Contribuição Mínima 125,53
2 De
15.690,83
a 31.381,64 0,8 0,00
3 De
31.381,65
a 313.816,45 0,2 188,29
4 De
313.816,46
a 31.381.644,79 0,1 502,11
5 De
31.381.644,80
a 167.368.772,19 0,02 25.607,42
6 De
167.368.772,20
Em diante Contribuição Máxima 59.081,18

MODO DE CALCULAR

1º) Enquadre o capital social na “classe de capital” correspondente;
2º) Multiplique o capital social pela alíquota correspondente à linha onde for enquadrado o capital;
3º) Adicione ao resultado encontrado o valor constante na coluna “valor a adicionar”, relativo à linha da classe de capital.

-EXEMPLOS PRÁTICOS DE CÁLCULOS-

CAPITAL SOCIAL
(A)
CLASSE DE CAPITAL
(B)
ALÍQUOTA
(C)
RESULTADO
(AxC)
VALOR A ADICIONAR
(D)
CONTRIBUIÇÃO DEVIDA
(AxC)+ (D)
R$ 6.000,00 Linha 1 Cont. Min. R$ 125,53 R$ 125,53
R$ 26.000,00 Linha 2 0,8% R$ 208,00 R$ 0,00 R$ 208,00
R$ 300.500,00 Linha 3 0,2% R$ 601,00 R$ 188,29 R$ 789,29
R$ 170.000.000,00 Linha 6 Cont. Max. R$ 58.076,77 R$ 59.081,18

Notas:

1. As empresas cujo capital social seja igual ou inferior a R$ 15.424,07 são obrigadas ao recolhimento da Contribuição Sindical mínima de R$ 125,53, de acordo com o disposto no § 3º art. 580 da CLT;
2. As empresas ou entidades com capital social superior a R$ 164.523.424,10 recolherão a Contribuição máxima de R$ 58.076,77, de acordo com o disposto no § 3º do art. 580 da CLT.
3. A tabela sindical 2018 foi reajustada de acordo com a variação acumulada do índice INPC (1,73%), no período de setembro de 2016 a agosto de 2017.

Fonte:DSC-ACFIN-GEAF
 

OBSERVAÇÕES:

  • IMPORTANTE: Preencha todos os campos do formulário, para correta emissão da guia, e atualização do banco de dados da Entidade.
  • PAGAMENTO: Depois da emissão da guia pelo site, a Guia pode ser paga em qualquer agência da Caixa Econômica Federal e casas lotéricas (até R$ 2.000,00 em dinheiro), até o vencimento.
  • ATENÇÃO: Para pagamento em outros estabelecimentos bancários, consulte sua agência previamente. O convênio para recebimento desta contribuição entre bancos é opcional.

Consultar Fonte

Contato

Para receber outras informações ou esclarecimentos adicionais, entre em contato com Sergio: tel. (11) 2291-5455 ou [email protected]

Dicas de Impressão

Passos – Emissão da Guia Sindical 2017.

Inserir o CNPJ :

calculo_clip_image001

Preencher todos os dados cadastrais:

calculo_clip_image002

Imprima a guia Sindical

calculo_clip_image003